Dicionário - Sobre a Pesquisa

A pesquisa “O trabalho docente na educação básica no Brasil”, coordenada pelo Grupo de Pesquisas sobre Política Educacional e Trabalho Docente – GESTRADO, da Universidade Federal de Minas Gerais, pretendeu conhecer e analisar o trabalho docente nas suas dimensões constitutivas, identificando seus atores, o que fazem e em que condições realizam suas atividades nas escolas de Educação Básica no Brasil. Por meio de um survey realizado, em 2009, em sete estados brasileiros procurou-se traçar o perfil sócio-econômico e cultural dos docentes em exercício na Educação Básica no Brasil; mapear a divisão técnica do trabalho nas escolas, a emergência de postos, cargos e funções derivados de novas exigências e atribuições, bem como as atividades desenvolvidas pelos docentes e suas condições de trabalho: os meios físicos, os recursos pedagógicos, o acesso à formação continuada, à literatura específica, às tecnologias e a outros bens culturais úteis ao desenvolvimento de seu trabalho. Buscou-se ainda, conhecer as formas de contratação, as condições salariais e de carreira em diferentes redes de ensino (estaduais, municipais e conveniadas). Pretendeu-se assim, compreender em que medida as mudanças na gestão e organização do trabalho escolar trazidas pelas reformas educacionais das últimas décadas - que tem determinando uma nova regulação educativa fundada em três eixos: a gestão local, o financiamento per capita, e a avaliação sistêmica – podem estar redefinindo as identidades e perfis dos profissionais da educação básica.

A pesquisa, realizada nos estados do Pará, Rio Grande do Norte, Minas Gerais, Goiás, Paraná, Santa Catarina e Espírito Santo, contemplou critérios de abrangência regional e especificidade de desenhos de políticas educacionais que merecem ser conhecidos. Em cada estado foram pesquisadas escolas das redes estadual e municipais de ensino das três etapas da educação básica (educação infantil, ensino fundamental, ensino médio). Na educação infantil foram também pesquisadas instituições privadas (comunitárias e filantrópicas) conveniadas com o poder público. Com o uso de questionário, foram entrevistados nas escolas aproximadamente 9.000 sujeitos.

Foram considerados sujeitos da pesquisa: professores, educadores, monitores, oficineiros, estagiários, diretores, coordenadores, supervisores, atendentes, auxiliares de classe. Não foram considerados profissionais de apoio administrativo e serviços gerais.

A pesquisa contou com o apoio da Secretaria de Educação Básica do MEC.


gestradoufmg@gmail.com
TEL.: +55   31   3409.6372
 


AV. ANTÔNIO CARLOS, 6627
BELO HORIZONTE - MG - BRASIL
CEP: 31270-901
HOME
QUEM SOMOS
APRESENTAÇÃO
PESQUISADORES
PARCEIROS
CONTATO
PESQUISAS
PUBLICAÇÕES
ARTIGOS
LIVROS
TESES E DISSERTAÇÕES
OUTRAS PUBLICAÇÕES
NOTÍCIAS
EVENTOS
DICIONÁRIO
APRESENTAÇÃO
VERBETES
SOBRE OS AUTORES
AGRADECIMENTO
DEDICATÓRIA