Dicionário - Verbetes

PROVINHA BRASIL

Autor: FRANCISCA IZABEL PEREIRA MACIEL

Avaliação diagnóstica sem finalidades classificatórias que procura fornecer informações sobre habilidades/capacidades desenvolvidas pelas crianças no início do Ensino Fundamental, quando ainda é possível corrigir os percursos e indicar caminhos alternativos para a aprendizagem. Instrumento pedagógico que busca identificar, por meio de um teste de leitura e escrita, aplicado no início e no fim do segundo ano do ensino fundamental, os saberes e as dificuldades dos alfabetizandos, a fim de possibilitar intervenções no momento certo. Essa avaliação diagnóstica é prevista no Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), lançado pelo Ministério da Educação (MEC), que tem como meta alfabetizar, até 2021, todas as crianças com idade até 8 anos. Informações produzidas a partir desse instrumento podem ajudar a (re)orientação das metas estabelecidas pela escola e a implantação de ações pedagógicas e administrativas que levem à melhoria da qualidade do ensino. Diferencia-se do Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB) e da Prova Brasil, programas destinados a avaliar crianças que já se encontram há quatro anos no ensino fundamental do sistema educacional brasileiro e que não desenvolvem algumas capacidades iniciais do processo de aquisição da escrita. De forma específica, a Provinha Brasil tem como objetivo colaborar com os professores, buscando diagnosticar os saberes dos alunos, evitar distorção idade-série, oferecer subsídio para o replanejamento do ensino e estimular a reflexão sobre práticas pedagógicas dos professores. Com esses objetivos, foram elaborados vários materiais que compõem o Kit Provinha Brasil, constituído de um conjunto de documentos com “Orientações para Secretarias de Educação e Professores”, que informam e descrevem sobre formas de participação, possibilidades e limitações do instrumento; “ Passo a passo” com orientações, contextualização e apresentação da concepção da Matriz de Referência de Avaliação em Alfabetização e Letramento, metodologia, escala, indicando possibilidades de uso e interpretação das informações;  “Reflexões sobre a prática” com sugestões de ações que o professor poderá utilizar no seu cotidiano e descrição de algumas políticas governamentais de apoio à intervenção pedagógica; “Caderno do professor/ aplicador” - teste do aluno acrescido de comandos a serem seguidos na aplicação; “Caderno do aluno”, que é o teste do aluno; e o “Guia de correção e interpretação dos resultados”- manual que permite ao professor corrigir e interpretar os resultados do teste. Com o Kit, o professor tem acesso à metodologia, à matriz de referência usada na elaboração do teste e ainda a um material de orientação sobre o uso da avaliação, buscando discutir as ações que podem dar suporte ao trabalho do alfabetizador após o diagnóstico. Como todos os instrumentos de avaliação em grande escala possuem limites, a Matriz de Referência de Avaliação em Alfabetização e Letramento não cobre todos os eixos considerados essenciais ao aprendizado inicial da língua escrita: 1) compreensão e valorização da cultura escrita; 2) apropriação do sistema de escrita; 3) leitura; 4) escrita; 5) desenvolvimento da oralidade. Entretanto, o instrumento é um indicativo do que pode ser considerado como fundamental a ser garantido no processo inicial de alfabetização. A partir daí, o professor ou a professora deve avaliar o que mais pode e deve fazer na perspectiva do ensino - levando em conta as condições, as necessidades e os desejos dos alunos de sua classe de alfabetização. É importante considerar que a função da avaliação diagnóstica é identificar habilidades ou conhecimentos que os alunos já possuem - é uma avaliação pedagógica e não punitiva. Seus resultados e suas finalidades não se destinam a contabilizar acertos e erros, mas, sim, permitir que o professor identifique distintas faixas de desenvolvimento e possa replanejar suas metas e ações pedagógicas.

BIBLIOGRAFIA:

BRASIL. Ministério da Educação. Provinha Brasil:avaliando a alfabetização: apresentação. Brasília: INEP, 2009. Disponível em: <http://provinhabrasil.inep.gov.br/>. Acesso em 09 set. 2010.

PROVINHA Brasil em debate. Jornal Letra A, Belo Horizonte, Ano 4, jun./jul. 2008. Disponível em: <http://www.ceale.fae.ufmg.br/nomade/midia/docs/158/php4E61c8.pdf>. Acesso em 09 set. 2010.

 

A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | L
M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V

Dica de pesquisa: não use acentos!



Verbetes Relacionados



gestradoufmg@gmail.com
TEL.: +55   31   3409.6372
 


AV. ANTÔNIO CARLOS, 6627
BELO HORIZONTE - MG - BRASIL
CEP: 31270-901
HOME
QUEM SOMOS
APRESENTAÇÃO
PESQUISADORES
PARCEIROS
CONTATO
PESQUISAS
PUBLICAÇÕES
ARTIGOS
LIVROS
TESES E DISSERTAÇÕES
OUTRAS PUBLICAÇÕES
NOTÍCIAS
EVENTOS
DICIONÁRIO
APRESENTAÇÃO
VERBETES
SOBRE OS AUTORES
AGRADECIMENTO
DEDICATÓRIA